Blog

Todos os modelos FISCAIS PRONTOS!

O CTC.CONTABILIDADE é um software de gestão contabilística, CONSTRUÍDA EM EXCLUSIVO PARA gabinetes de contabilidade.

Esta ferramenta está direccionada para incrementar a produtividade do seu negócio, E DOS SEUS CLIENTES.

Criamos uma FUNCIONALIDADE UNICA nunca vista num programa de contabilidade e só possível pelo facto de em Portugal, todas as facturas de compras e vendas de qualquer empresa encontram-se disponíveis no site “E-fatura”. A NOSSA APLICAÇÃO, AUTOMÁTICAMENTE copia esses documentos (facturas, facturas recibo, facturas simplificadas, nota de crédito… etc), para a própria base de dados, só tendo o utilizador de APENAS CONFIRMAR se o lançamento contabilístico esta correctamente efectuado.

Este processo evita a introdução manual das contas e respectivos valores, evita erros humanos, mas acima de tudo aumenta exponencialmente a sua produtividade administrativa, uma vez que consegue efectuar os lançamentos contabilísticos de uma pequena/MÉDIA empresa, em apenas 60 minutos, que num programa tradicional a mesma empresa levaria de 8 a 12 HORAS a efectuar dependendo da experiencia do utilizador.

Trata-se de uma solução completa e altamente parametrizável, que se adapta às necessidades e características de qualquer empresa ou sector de negócio.

  • Produtividade – Aumenta a exponencialmente a velocidade nos lançamento contabilísticos, pois o processo é totalmente automático.

 

  • Diminuí o erro humano – o tratamento das facturas das vendas é feito automaticamente, assim como a integração das facturas dos fornecedores. Como copia os valores da plataforma E-fatura, e do saft das vendas, evita os chamados erros de digitação ou inversão.

 

  •  Facilidade de Utilização – Programa em ambiente Windows, com comandos INTUITIVOS E PARAMETRIZAÇÕES AUTOMÁTICAS.

 

  • Utilização intuitiva – Programa obedece ao procedimento de todas as normas contabilísticas, com integrações automáticas, processamento de todas as declarações fiscais (IVA, reembolsos, recapitulativos, Modelo 3, Modelo 22, IES…), com relatórios automáticos, mapas de exploração, rácios, fluxos de caixa, conciliação bancária, análises …

 

  • Facilmente e totalmente parametrizado – Consegue muito facilmente parametrizar o programa aos seus gostos e as necessidades da sua empresa, ou empresas. Tem ferramentas e matrizes onde pode facilmente copiar configurações de parâmetros de umas empresas para outras.

 

  • MIGRAÇÂO única, pois pode com dois CLICKS, importar os anos que quiser de qualquer aplicação de contabilidade, com a vantagem de corrigirmos erros na importação, assim como as TAXNONOMIAS, com alertas e auditoria aos movimentos contabilizados na empresa.

 

  • CERTIFICAÇÃO, a nossa aplicação ctc.contabilidade foi a PRIMEIRA a obter o certificado SVAT pelo Ministério das Finanças.

 

  • Sem limitações – Pode utilizar o programa para o número de empresas que desejar. É multi-empresa e sem limite de postos, NÃO PAGA POSTO ADICIONAL, NÃO PAGA EMPRESA ADICIONAL.
Ler mais

FBI alerta para o vírus ‘BadRabitt’: O melhor é reiniciar o seu router

Este vírus terá atacado cerca de 500 mil routers em todo o mundo.

O FBI deixou um aviso à população mundial que dá conta de um vírus informático ‘BadRabitt’ capaz de dominar o seu router e utilizá-lo para proceder a ataques informáticos.

Este vírus já fez mais de 200 ataques na Europa de Leste e terá tido origem na Rússia. O ‘BadRabbit’ consegue aceder a qualquer router e bloquear o acesso à Internet mas não só.

Pode, também, bloquear-lhe o acesso ao seu telemóvel, computador ou quaisquer aparelhos com ligação à Internet, tendo total acesso aos seus dados.

“O FBI recomenda que qualquer dono de routers em pequenas empresas ou em casa reiniciem [reboot] os aparelhos”, pode ler-se na nota publicada pela Federal Bureau of Investigation no seu site.

A solução (ainda que temporária) passará mesmo por reiniciar o router de forma a interromper o ataque. É estimado que meio milhão de routers em todo o mundo já tenham sido infectados por este vírus criado pelos hackers ‘Sofacy Group’.
Ler mais

O RGPD entre em vigor já na próxima SEXTA-FEIRA dia 25 de MAIO!

Consulte a nossa politica de privacidade aqui

A sua empresa está preparada para a entrada da nova Lei RGPD, que entra em vigor a partir do dia 25 de Maio de 2018?

Sabe quais os dados que TEM de tratar informáticamente, e quais os procedimentos a ter no seu arquivo?

Tem a noção de que a responsabilidade é da sua Empresa que gere os dados, e que é de igual modo responsável quando subcontrata outra Empresa (por exemplo um gabinete de Contabilidade), para o tratamento dos dados do seu Pessoal?

Sabe que tem de criar processos para o arquivo e gestão dos dados do seu pessoal, ou dos dados das Empresas que o subcontratou para gerir os dados dos seus trabalhadores para o processamento e gestão dos Recursos Humanos?

Sabe que a responsabilidade de gerir os dados SENSIVEIS, deve ser auditado, pelo volume de informação, com um responsável DPO, com registo e arquivamento dos mesmos?

QUEREMOS AJUDÁ-LO A GERIR ESTA INFORMAÇÃO!

Criamos desde o inicio do desenvolvimento das nossas aplicações, ROTINAS que o ajudam a arquivar os dados SENSÍVEIS, e toda a informação de forma SEGURA, ao abrigo da nova Lei de Protecção de Dados, pelo que podem solicitar informações, pelo nosso formulário de contacto, onde terá direito a toda a informação por nós disponibilizada, assim como acesso a todas as nossas soluções, que dispomos para o ajudar neste processo, que como sabemos é bastante confuso, mas que as penalizações são bastante pesadas, que na aplicação das COIMAS, quer nas consequências que as Empresas podem sofrer.

A ctc.softwarehouse da CETECONTA, está no mercado á 32 ANOS, com elevada experiência profissional, desenvolvendo ferramentas e aplicações direccionadas aos profissionais e Empresas comerciais ou Industriais, contribuindo assim para a evolução de processos e crescimento das Empresas, dando um contributo valioso para a nossa sociedade.

Vamos ainda promover EVENTOS, sempre GRATUITOS, onde BREVEMENTE iremos com a participação dos nossos Advogados, vamos esclarecer e mostrar como, com as nossas soluções podem nas vossas empresas resolver os vossos problemas, com segurança e confiança.

QUEREMOS CONTINUAR A MERECER A VOSSAS CONFIANÇA PELO QUE DEVEM INSCREVER-SE NA NOSSA BASE DE DADOS, E ENVIAR O FORMULÁRIO DEVIDAMENTE PREENCHIDO E ASSINADO, AUTORIZANDO A COMUNICAÇÃO COMERCIAL ENTRE AS NOSSAS EMPRESAS.

Tel; 256-833038/832898 e-mail: comercial@ceteconta.pt

Ler mais

Criamos uma ferramenta para ligação a folhas em EXCEL.

Criamos uma nova ferramenta de integração, Dashboard para EXCEL, onde pode agora nas suas analises, mapas, etc, pode agora fazer a ligação directa á nossa base de dados da CONTABILIDADE, dos anos que pretender, com actualização automática das células.

Continuamos a INOVAR, a CRIAR soluções cada vez mais automáticas para os profissionais da CONTABILIDADE.

 

Ler mais

Falta do Código de conduta é contraordenação grave

Falta do Código é contraordenação grave
Desde 1 de Outubro do ano passado, as empresas passaram a ter uma nova obrigação de âmbito laboral. Trata-se do Código de Conduta que se destina à prevenção e combate ao assédio no trabalho. Esta medida consta de uma lei publicada em Agosto (Lei nº73/2017) que inclui também outras novidades.
O Código de Conduta é obrigatório para todas as empresas com 7 ou mais trabalhadores, sendo a sua falta considerada uma contraordenação grave. A nova lei também obriga as empresas a instaurar um processo disciplinar, sempre que tenham conhecimento de uma situação de denúncia.
Para além da questão do assédio, a nova lei também altera as regras dos acordos de cessação do contrato trabalho, devendo os mesmos indicar que o trabalhador se pode arrepender da rescisão no prazo de 7 dias.
Ler mais

Dia 2 de MAIO, vamos estar no HOTEL D. FERNANDO COM O inicio às 14.30, em ÉVORA

Dia 2 de MAIO, vamos estar no HOTEL D. FERNANDO COM O inicio  às 14.30, em ÉVORA, com  o nosso Representante LOCAL, ZPC de António Mendes, com sede em Évora, para a apresentação das nossas soluções em EXCLUSIVO PARA GABINETES DE CONTABILIDADE e PROFISSIONAIS DA CONTABILIDADE.

http://www.zpc.pt/zpc/index.php/pt/component/fabrik/form/1?Itemid=290

http://www.zpc.pt/zpc/index.php/pt/ctc-contabilidade

 

Ler mais

137 municípios cobram a taxa máxima Qual a taxa de derrama do seu concelho?

Taxa reduzida e isenções em vários concelhos
Um novo Ofício-Circulado (nº20198/2018), divulgado, recentemente, indica a taxas de derrama praticadas pelos diversos municípios. Dos 308 municípios, 137 concelhos praticam a taxa máxima de 1,5% permitida por lei.
* Publicamos já neste Blog o OFICIO CIRCULAR
A derrama é um imposto municipal que incide sobre o lucro tributável para além do IRC. As autarquias podem fixar uma taxa máxima, uma taxa intermédia ou a existência de isenção. Havendo várias taxas, a taxa máxima aplica-se às empresas com volume de negócios acima de €150.000, enquanto a taxa intermédia se aplica até este limite. Diversos municípios estabelecem condições para a isenção, como seja a criação de postos de trabalho.
Este ano, devido ao facto da data de entrega da Declaração Modelo 22 de IRC ter sido adiada para 30 de Junho, o pagamento da derrama ocorrerá também nessa data.
Ler mais

Englobar mais-valias por venda de quotas tem vantagem adicional no IRS

Dedução nos 5 anos seguintes
Numa altura em que decorre a entrega da Declaração Modelo 3 de IRS, uma das opções que os contribuintes têm de realizar é se optam, ou não, pelo englobamento dos rendimentos obtidos com arrendamentos, rendimentos de capitais, bem como as mais-valias decorrentes da venda de quotas ou acções de empresas.
Não basta fazer uma simulação dos valores, dado que o Código do IRS atribui uma vantagem adicional aos contribuintes que optem pelo englobamento das mais-valias decorrentes da venda de quotas e acções. Trata-se da possibilidade de deduzir menos-valias nos 5 anos seguintes. Assim, um contribuinte que num ano tenha menos-valias e no ano seguinte tenha mais-valias, poderá realizar a dedução e não pagar IRS pelas mais-valias.
Esta regra foi, recentemente, confirmada pelas Finanças numa Informação Vinculativa, na qual um contribuinte questionou a AT acerca deste englobamento.
Ler mais